Fraturas - Descrição e tratamento

Tem muita dor no local da lesão e aumenta cada vez que você tenta movimentar-se? É aparente um edema ou hematoma? Então podem ser fraturas de vários tipos. Você deve consultar um médico o mais rápido possível. Se não for  imediatamente, é importante imobilizar a parte fraturada até o momento da consulta médica.

Advertência:Não use este ou qualquer outro artigo na Internet para fazer um diagnóstico. Somente um médico pode sempre fazer um diagnóstico correto. Não adie uma visita ao médico e lide com a sua condição de saúde a tempo.

Você quer lidar com a dor, inchaço e inflamação?
Agora há possibilidade de uma aplicação gratuita de terapia magnética 3D Biomag.
Experimentar grátis >>
Fratura - descrição, tratamento
Imagem: : Fraturas

Descrição da fratura e as causas

Uma fratura é uma situação em que há perda da continuidade óssea. A causa mais comum é traumática, por acidente de carro, uma queda, etc.

Também ocorrem as fraturas por fadiga (por stress), causadas por microtraumas repetidos durante carga e tensão excessiva. As fraturas patológicas são o resultado do enfraquecimento ósseo por doença exemplo osteoporose.

Como reconhecer uma fratura?

O sintoma mais forte é dor, edema ou hematoma no local da lesão. Às vezes, ocorre deformidade dos membros ou hemorragia no local da fratura. O movimento normal não é possível.

De acordo com a lesão das partes moles, as fraturas são divididas em expostas (acompanhadas de hemorragia externa) e fechadas (sem quebrar a pele).

Danos nos nervos e possível paralisia subsequente são um risco. O rompimento dos vasos sanguíneos pode causar choque como resultado da hemorragia. A intrusão de infeção por fratura aberta também é uma complicação.

Em caso de cicatrização imperfeita, existe o risco de pseudoartrose, quando os fragmentos ósseos não se consolidam, mas ficam permanentemente móveis.

Tratamento da fratura – livre-se da patologia

Os primeiros socorros consistem em parar a hemorragia se o vaso sanguíneo estiver lesionado. Em seguida, imobilize a área afetada e depois solicite o transporte para tratamento médico.

O procedimento de tratamento consiste no reposicionamento do osso e fixação. A fixação da fratura pode ser com gesso, órtese ou procedimentos cirúrgicos.

Depois segue o período de descanso necessário para a cura e é seguido por reabilitação até que a função plena seja restaurada com carga total.

  • Fratura fragmentada – uma fratura em que o osso se quebra em várias partes e é mais difícil de tratar.
  • Fratura impressiva – uma fratura criada pela força em uma pequena área em que o osso é empurrado (por exemplo, uma fratura nos ossos do crânio).

A terapia magnética pulsada de baixa frequência tem um lugar insubstituível nos cuidados de reabilitação de algumas manifestações de fratura, o que acelera significativamente o processo de cicatrização. A magnetoterapia em benefício do paciente utiliza um efeito analgésico, vasodilatador, metabólico, anti-edema e cicatrizante com o apoio de efeitos anti-inflamatórios.

A vantagem é a possibilidade de aplicações domiciliares individuais que permitem ao paciente continuar em tratamento intensivo de reabilitação em casa, fora do centro médico.

A aplicação pode ser iniciada após o tratamento cirúrgico e fixação. Pode ser aplicado sobre gesso ou outra fixação e, assim, acelerar significativamente o tempo necessário para consolidar a fratura e prevenir a pseudoartrose.